Ai, o Dia das Mães…

Dia das Mães... O dia mais feliz dos comerciantes depois do Natal.

O que eu senti de diferente hoje, no meu primeiro Dia das Mães como homenageada? Nadica de nada! Claro que eu fiquei feliz com meus três vestidos novos e as flores que ganhei, mas não vou mentir pra ninguém dizendo que eu fiquei radiante. Sempre achei esta uma data comercial, até meio besta, e continuo achando. E desde quando mãe precisa de dia pra ser lembrada? Eu, hein? Esse povo inventa cada coisa...

Minha mãe não pôde vir pra cá... foi ver a mãe dela, né? Agora, olhando por esse prisma, lembrei que o que tem de filho ingrato nesse mundo que só vai ver a pobre da mãe nessas datas festivas não tá no gibi.  O sujeito passa o ano enrolando a véia, dizendo que tá ocupado, sem grana, ou qualquer outra desculpa esfarrapada pra não ir vê-la, mas no segundo domingo de maio aparece com a cara mais lavada do mundo dizendo que "ai, não sei o que seria de mim sem você", e soca na pobre um fogão novo ou um conjunto de panelas, como se mãe não prestasse pra mais nada na vida que não seja cozinhar - pra ele! Não, minha mãe não é dessas não, ela vai ver a mãe toda semana (menos quando ela tá aqui comigo), leva ao médico, na fisioterapia...

Feliz eu fico todo dia de manhã quando meu meio-metrinho (que já tem 60cm) abre aquele sorrisão assim que me vê, quando eu vejo que ele está bem esperto, bem gorducho, e crescendo à beça, quando ele tenta imitar os sons que eu faço, quando ele não tira os olhos de mim, independente do que esteja acontecendo à sua volta. Meu Dia das Mães, portanto, é todo dia.

08/05/2010

Ser mãe é a experiência mais linda, mais louca, mais perfeita, mais insólita que eu já vivi, e olha que eu mal comecei a jornada. Mas eu não preciso de um dia específico pra comemorar isso não (tudo bem, eu quero os presentes mesmo assim). Quero, e celebro, a maternidade todos os dias, grudadinha com o meu moleque!

4 comentários:

  1. OMG que foto linda... todos os momentos são únicos e cada sorriso dele é como uma bênção e te digo amiga, sempre será, independente da idade dele.
    Parabéns Jujuba!

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com você. O que tem de filho safado que só lembra da cozinheira, digo, da mãe em data festiva não tá escrito.
    Espero que o Francisco não seja um desses filhos e que o seu possa continuar sendo todo dia, a cada sorriso e cada fralda suja.

    beijo =*

    ResponderExcluir
  3. falou e disse Ju! todo dia é dia de ser mãe e dia de ser filho!
    mas...aproveitando q fizeram a data: FELIZ TODO-DIA-DE-SER-MÃE!

    ResponderExcluir
  4. Eita, o blog nem tá mais parecendo aquele troço desengonçado de antes! =P

    Q bom q a Ju e o @Francisco tão na área.

    E parabéns tdos os dias, mãe do sobrinho mais querido da blogosfera.

    Bjoo

    ResponderExcluir